terça-feira, 29 de março de 2011

Algumas dicas de como vender artesanato

Eu tenho grande dificuldade em vender as coisas que faço. Eu creio que essa dificuldade muitas têm, principalmente pessoas como eu que estão começando agora. As pessoas vêem, dizem que é bonito, mas comprar alguma coisinha, é difícil! Eu já fico pensando se minhas coisas são malfeitas, ou são caras demais (sou muito perfeccionista e nunca acho que está 100%), mas O FATO É O SEGUINTE: as pessoas não dão muito valor para uma peça artesanal, você mostra uma peça toda trabalhada e personalizada, muitas vezes algo único, a pessoa acha até bonito, agora mostra uma peça industrializada feita na China por mão de obra semi-escrava, pra você ver como o povo se interessa e paga ($$$) sem pestanejar. Infelizmente nossa sociedade capitalista industrializada não valoriza nada que não tenha saído de uma imensa linha de produção.
(PRONTO DESABAFEI!!)

A verdade é que eu consigo vender diversas coisas industrializadas, tais como produtos Victoria's Secret, perfumes, aparelhos de celular, entre outros, mas as coisas produzidas por mim, raramente eu vendo algo. Parece que, por ter sido feito por mim mesma, é algo sem valor... essa é a impressão que tenho. Mas, não desisto... até arrumei uma pessoa que vai me ajudar a vender (mediante comissão, é claro!)
(DESABAFEI MAIS UM POUQUINHO...)

VAMOS ÁS DICAS:

5 Dicas Para Você Aprender a Vender §

1ª - Estipular preço
Se o preço é baixo, não dê desconto. A melhor saída é estipular um pouquinho maior. Custa R$20? Diga que custa R$23. Assim, você dá R$3 de desconto sem comprometer o lucro. Nunca conte aos parentes quanto você gastou. Vender pelo preço de custo é o mesmo que dar. Ninguém tem obrigação de distribuir nada para parente
 § 2ª - Espantando a vergonha
Você Fica tímido(a) quando vai a uma loja ou ao supermercado? Você tem vergonha de comprar? Provavelmente não. Comprar é uma atividade normal. Então, ponha isto na cabeça: vender é tão normal quanto comprar. Não fique pensando no que o cliente vai achar. Diga o preço e espere a reação. Nem sempre ele acha tudo caro, nem fique com pena do cliente. Lembre-se: na hora de pagar suas contas, ninguém fica com pena de você.
§ 3ª - Como cobrar
Peça o pagamento assim que entregar o produto. Deixar para depois pode dar problema. Se isso acontecer, o jeito é insistir. Quem compra e não paga é que devia  ter vergonha! Quando conseguir o dinheiro., risque o nome desse cliente. Desconfie dos muitos indecisos ou exigentes demais, que pedem de tudo e nunca estão satisfeitos. Esses dão calote.
4ª - Mostre seu trabalho
Vender na empresa em que trabalha ou qualquer outra é sempre uma boa. Mas para conseguir mais clientes, seria bom vender em lojas. O importante é não desistir. Se numa loja já não deu certo, procure outra. A melhor maneira de conquistar freguesia é fazendo propaganda. O jeito mais simples é espalhar cartões de visita. Faça um cartão bonito, com seu nome, telefone, e-mail e o que você vende. Fazer um álbum para divulgar seus produtos também funciona. Se você não pode andar com seus produtos de cima para baixo. Levar uma amostra do que você faz em mãos, impressiona.
§ 5ª - Vendendo na prática
Visite lojas de preferência com afinidades com seu trabalho. Fale com o(a) gerente, diga que um(a) cliente do lugar  o(a) indicou.Se não for o tipo de mercadoria comercializado na loja, pergunte se não gostaria de comprar para ele(a) próprio. Ressalte a qualidade do produto, que material é empregado, fale sobre prazo de entrega (com ou sem personalização) combine preço, feche negócios e BOAS VENDAS.

(retirado daqui: http://www.papaiurso.com.br/negocio-de-sucesso/como-vender-artesanato)

8 comentários:

  1. Tatiane, as dicas aqui apresentadas servem para muita gente, viu? Inclusive para mim. Acho que pode dar certo sim. Basta termos um pouquinho de boa vontade.
    Abraços. Sirlene

    ResponderExcluir
  2. Oi Tatiane,

    muito interessante as dicas acima...obrigada !!!

    São lindos seus trabalhos, parabéns !!!!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei as dicas não sei fazer muito mais o pouco que sei estou tentando fazer e vender com suas dicas tenho certeza que vou conseguir

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho reparado q em qualquer área, na maioria das vezes as pessoas nã ovendem os produtos, vendem como faze-los, no caso do croche, trico etc, q são artesanato, noto q tem uma infinidade de videos no youtube de pessoas ensinando e vendendo e-book, cds contendo as aulas ou sei la o q! isso é triste, pq a pessoa compra, nveste pra poder fazer e vender os produtos, mas aí descobre q não consegui comercializar e acaba caindo na rende do ensina e ganha. Aff!! a q ponto chegou essa sociedade. a internet não é tão boa assim, pq se de um lado ela te joga a frente dos olhos de todos q a utilizam, por outro lado ela te desvaloriza , pq a concorrencia é absurda e desleal. então vou te dar a dica das dicas, faça apenas pra se divertir, não exponha com preço, não espere muito, faça e demonstre mas como compartilhamento, um blog seria uma boa, divulgue e aconteça mas sem pedir nada em troca, as pessoas precisam sentir q vc não precisa delas, e q o q vc produz é autentico e original, sem envolver o bolso delas, entã oelas veem e acabam por interessar naquilo q elas não sabem fazer, pq veem q vc não ta nem aí pra elas, pelo q podem pagar, essa é a impressão q deve acontecer, embora a gente queira mesmo é ganhar um dim dim né? kkk pensa nisso, eu tbm to no mesmo barco q vc e to muito cansada, mas cheguei nessa conclusão. Vamos tentar né? não cusa!! :) bom dia linda!! amei o desabafo, pq vi q não estou só! :Dbom diaaaa!!! somos mais q vencedoras.

    ResponderExcluir